Archivos

Peregrinos da Eucaristia – 7º Dia

No marco do Ano jubilar extraordinário da misericórdia o Papa Francisco nos convidou a praticar as obras de misericórdia. Uma das obras de misericórdia corporal é a visita aos prisioneiros. Sempre me perguntei como é o ministério de um sacerdote que visita uma prisão. O que ele pode falar ou fazer numa situação dessa? 7º

Aqui no Congresso Eucarístico pude conhecer um sacerdote diocesano que dedica todo o seu ministério à pastoral carcerária. Aproveitei para tirar todas as minhas dúvidas. Ele me disse que a sua missão consiste em levar esperança onde reina o desespero. “Na verdade, é muito simples, e gostaria que mais sacerdotes ajudassem nas prisões” afirmou o padre. “A única coisa que faço é falar para aqueles homens que Deus os ama, e depois estou disponível para a Missa e a confissão”. Perguntei para ele por que ele veio ao Congresso, ao que ele respondeu: “Eu precisava de uma inspiração e não consigo isso em nenhum outro lugar”. A Eucaristia pode nos dar a força para levar a esperança onde domina o desespero.

Este tem sido o primeiro dia da segunda parte do Congresso. Temos agora quinze mil peregrinos reunidos no Centro de Conferências construído especialmente para este evento. Cada manhã começamos o dia juntos rezando as Laudes, depois temos uma conferência espiritual seguido de um testemunho e finalizamos com a Santa Missa. De tarde temos grupos de discussão e outra palestra. De noite existem várias atividades como grupos de adoração, peças de teatro, shows de música e outros eventos culturais de cunho religioso.

Neste dia o que mais me marcou foi o testemunho do Cardeal Emérito de Hong Kong, Dom Joseph Zen. Quando ele era um jovem na China, sob o regime comunista, houve uma grande perseguição contra os católicos. O governo ordenou que todas as pessoas da sua cidade parassem de assistir a Missa e jurassem lealdade ao partido comunista. Muitos jovens se recusaram e foram jogados na prisão por muitos anos. “Os que conseguiram sair vivos do cárcere, perderam os melhores anos das suas vidas porque eles amavam a Eucaristia”, afirmou emocionado o cardeal emérito.

o Ir. Antônio Lemos é um religioso da Congregação dos Legionários de Cristo, natural de Curitiba, e atualmente estuda teologia em Roma em preparação para o sacerdócio.

Loading Facebook Comments ...

Deja un comentario