Archivos

Peregrinos da Eucaristia – 11º Dia

O Ir. Manuel é um legionário mexicano membro da nossa equipe de tradutores. Alguns dias atrás ele conheceu uma irmã filipina muito humilde e simples chamada Ir. Maria Goretti. Puderam ter uma conversa muito profunda sobre a vida religiosa, partilhando as suas próprias luzes e reflexões sobre este tema. Num dado momento o Ir. Manuel perguntou: “Irmã, qual é a coisa mais importante na vida religiosa?”; ao que Ela respondeu com uma voz serena: “É muito simples, a coisa mais importante é a oração e o sacrifício; isto é o que os consagrados devem sempre fazer, orar e sacrificar-se, e então aproveitar esta vida que ó Senhor nos deu”.

Hoje tivemos a Santa Missa na frente do Palácio do Governo de Cebu. Tive a alegria de traduzir a homilia para um grupo de peregrinos da Angola. O Bispo de Dublin deu o sermão e falou sobre o exemplo de dois sacerdotes que viveram parte das suas vidas nas prisões. O primeiro num campo de concentração na Polônia e o outro no Vietnam durante a perseguição comunista. O único motivo de esperança e alegria nas suas vidas era quando eles podiam celebrar a Eucaristia. Mesmo nos momentos de escuridão e desespero a Eucaristia é vida e esperança para nós.

Após a Missa, houve uma procissão eucarística com centenas de milhares de pessoas nas ruas do centro de Cebu. Jesus mesmo caminhava conosco nesta terra cheia de contrastes. Ele estava conosco derramando as suas bênçãos quando passávamos pelos meninos de rua, pelos hotéis luxuosos, pelos shoppings, pelos ônibus superlotados. Era uma noite muito bela, fresca e com o céu claro. Cada peregrino carregava uma vela. A avenida principal por onde caminhávamos era um longo tapete luminoso. Eu estava com o grupo do Regnum Christi. Estavam presentes legionários, consagradas, jovens e várias famílias de Manila.

Num determinado momento da procissão um grupo de Taiwan que estava do nosso lado começou a cantar uma bonita canção em mandarim. Eu perguntei a Kiko, membro do RC de Hong Kong, sobre o que falava a letra da música. Ela disse que era sobre o Salmo 23 “O Senhor é meu pastor e nada me faltará”. 

E lá estávamos nós, o Povo de Deus com o seu Pastor, trazendo luz para o mundo. Homens e mulheres de todas as partes do globo, unidos como Igreja em Cristo, uma Igreja peregrina em caminho à nossa Pátria Celeste. Amém!

o Ir. Antônio Lemos é um religioso da Congregação dos Legionários de Cristo, natural de Curitiba, e atualmente estuda teologia em Roma em preparação para o sacerdócio.

Loading Facebook Comments ...

Deja un comentario